Youtoba (Y)

Loading...

sexta-feira, 14 de novembro de 2008

.Loucuras.Delírios.Lírios.Músicas.Etc...

Eu estou vendendo minha casa, minha criança interna fugiu para um hospício qualquer.

Diz dela que vai achar um "Muro de Maravilhas" e ficar "Maravilhosamente Sentada".

Eu não soube o que dizer para ela, afinal ela gosta de lírios, eu não. Prefiro margaridas, girassóis, entre várias outras,

Olhe eu prometo que estou bem, isto deve ser uma febre que pode me levar a ver uma vaca no meu quarto. Sim, uma vaca. É engraçado... Mas uma vez meu irmão viu uma vaca no quarto, ele acordou a casa toda para que alguém tirasse a vaca de lá. Que vaca "guri"? Vai dormi, dizia minha mãe.

Dor de cabeça e febre pode levar você a ver coisas piores.

Mas eu vou contar meu sonho, isto sim me assusta... Meu sonho foi simples.

- Cara, você não vai acreditar.

- O que que foi? Não vê que ainda estou dormindo?

- Cara eu sonhei com um quarto branco... Tinha uma pessoa de branco limpando o quarto... Tipo eu via de cima, como se eu estivesse preso no teto.

- Cara, cala a boca, são apenas 4:00 da manhã e eu quero dormi.

 

Por que não contar o sonho?

Por que toda essa estupidez?

Porra vai que a merda do quarto branco pode-se significar algo.

 

"Olha a boca menino" Posso escutar minha mãe gritando...

 

 

Agora não.

Ficar sentado na cama com o computador no colo escutando "Sit Wonder" do "The Verve" e vendo alguém na janela.

Sim, eu estou assim. Olhe a pessoa na janela me assusta. Será por quê?

 

- Pergunte a ela se ela quer entrar?

- Eu? Jamais. Dizem que podem ser espíritos.

- Espíritos? Oras pare já com essa bobagem... Você mesmo diz que eles não existem.

- Como que algo que eu não creio pode me ferir?

 

(...)

 

- Mãe, vou sair para jogar bola.

 

Por que choras? Maria?

 

- Meu filho. Ele disse que ia jogar bola e nunca mais voltou.

 

Filho? Que filho? Maria você tem apenas 6 anos, Não pode ter um filho.

 

(...)

 

Olhe já está tarde, é melhor eu entrar.

Tudo bem. Disse ele com lágrimas nos olhos.

O que foi? Você está bem?

É que trocaria a eternidade por esta noite com você.

terça-feira, 11 de novembro de 2008

Silêncio!


Do Latin SILENTIU

Silêncio...
a dor quando se quer ouvir uma palavra...
a cura quando se quer calma...
Silêncio...
o único presente durante as noite frias e sólitárias...
o único ausente nas noites quentes de paixão...
Silêncio...
o consolo que vem junto de um abraço diante o choro...
ou o "som" que se ouve diante um beijo do ser amado...
Silêncio...
aquele que diz as mais lindas palavras com um simples olhar...
aquele que fica mudo diante as palavras mais dolorosas...
Silêncio...
o que acoberta os erros...
o que assusta os medos...
Silêncio...
o mesmo que trás paz e desespero!


By .αиα [тiα iиsαиicα].